<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5923387\x26blogName\x3dO+Zarolho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://ozarolho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ozarolho.blogspot.com/\x26vt\x3d-5507826134421506364', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

O Zarolho

10 setembro 2004

O casamento

Este é mais um mito urbano, apresentado pelo vosso animador de serviço, Dimitri Apalpamos:

Pelas minhas pesquisas, já o conheço em 3 línguas diferentes. Portanto...esta é uma história verdadeira sobre um casamento na conadamãestreet. Um casamento grande- 300 pessoas! Depois dos comes e bebes, o noivo, saltou para o palco e agarrou o microfone. Agradeceu especialmente à noiva e à sua família e em particular ao sogro, por lhe ter proporcionado uma festa tão espectacular.
No meio de tantos agradecimentos, bate-palmas e bate-noscopos, o noivo disse que queria oferecer um presente especial a cada um dos convidados.
pausa - Os que ainda pensam que o gajo vai oferecer charutos, pode continuar a ler. Os que já conhecem a história, passem ao final do post.
Continuando- Então, colado ao tampo das cadeiras estava...tanãnãnã...um envelope!
Pediu para abrirem, e, lá dentro, estavam umas fotografias de noiva a copular com o padrinho( As histórias aqui variam. Uns dizem que era o padrinho do noivo, outros que era o irmão, etc...).
Após uns momentos de preplexidade colectiva, interrompeu o silêncio para se virar para o sacana que o encornou: "vai à merda!", e saíu porta fora.
O casamento foi anulado no dia a seguir.
Moral: Se muitos cancelariam o casamento mal soubessem, este anormal teve o sangue frio para aguentar até ao fim como se nada fosse!
A sua vingança: Fazer o pai da noiva pagar uma batelada de dinheiro por um casamento de 300 pessoas. Ao preço de hoje, à vontade uns 6 mil contos.Ah! E humilhar a noiva á frente dos amigos e família!

Isto dava um anúncio:

Casamento de luxo para 300 pessoas..................€30000
Fotografias formato 12x9, cortesia do noivo.......€250
Lua de mel de duas semanas nas Maldivas.........€8000
A cara das pessoas a ver as fotografias.................sem preço

Há algumas coisas que o dinheiro não pode comprar, para tudo o resto....há MASTERCARD

posted by Dimitri Apalpamos @ 2:51 da manhã,




<< Home