<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5923387\x26blogName\x3dO+Zarolho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://ozarolho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ozarolho.blogspot.com/\x26vt\x3d-6282572656080944474', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

O Zarolho

31 maio 2005

Em nome dos peitos grandes e falsos

Imagine que uma colega sua aparece diferente depois das férias. Você não percebe logo e comenta com outros colegas. A dúvida fica no ar... A pergunta que cada vez mais se coloca é:
Será que as mamas dela são verdadeiras? A controvérsia aumenta um pouco por todo o lado e não porque se suspeite de que as mamas sejam coloridas, quadradas ou metálicas mas porque serem grandes!
Eu sei que o silicone não é natural, mas que raio, existe, não? Que eu saiba ainda não inventaram mamas de hologramas, logo as mamas falsas são verdadeiras a partir do momento em que existem! Estão lá, são verdadeiras!

Mas vamos encarar o assunto de um modo diferente. O que as pessoas querem saber não é se são falsas mas se o peito é natural. Se cresceu por si mesmo ou houve intervenção do homem?
A resposta: O que é que isso interessa?
O que é que torna uma coisa com menos valor só porque o homem a criou? Mas que raio, não parecem peitos?
Não!?
Então, nesse caso, tem um problema... Se por acaso olhar para um par de mamas e notar alguma coisa estranha, tipo...ele falar, então pode ter tropeçado num trabalho de um mau profissional.

A questão deve ser então “como é que se pode saber se é ou não um mau trabalho de cirugia?”
“Como é que eu sei que não é um trabalho de um cientista maluco ou de um falso médico?”

São estas questões que me levaram a estabelecer algumas regras para um homem poder avaliar se os peitos são de confiança:

1.Parecem-se com mamas

O peito deve servir para a mulher ficar bonita e não um elefante. Portanto se se sentir tentado a dar amendoins a uma mama para ela tocar um sino, então é porque está perante um mau trabalho.

2.O toque

O toque é bastante importante. Nunca deve ficar com a sensação de estar a sentir dois objectos parecidos com duas lâmpadas fundidas. Principalmente se forem lâmpadas flurescentes.

3.Devem vir aos pares

Desconfie sempre de um peito triplo e muito menos deve ceder à ganância. Em vez disso ofereça-se para ser seu agente artístico.

4.Não devem fazer barulho

Quando ouvir um tic tac em intervalos regulares, vindos de um peito, deixe-os cair e fuja para um sítio abrigado. Provavelmente pertencem a uma mulher-bomba.

5.Quando apertados devem voltar à forma natural

A capacidade elástica de um peito é muito importante. Peitos com covinhas ou rugas só podem significar uma coisa: ou estão cheios de areia ou então já tiveram pelo menos um dono antes.

6.Não devem brilhar no escuro

O truque é apagar as luzes. Se por acaso eles brilharem é porque podem ter o selo de segurança partido. Lembre-se que apenas profissionais devem operar peitos.

7.Quando a dona se deita, o peito deve fazer o mesmo

É normal que os peitos cedam quando em repouso. Não confie em peitos que insistem em não acompanhar a vontade da sua dona.

8.Tome atenção à etiqueta

É impressionante a quantidade de pessoas sem consciência social que obtem satisfação sexual à conta de milhares de famílias pobres chinesas. É pouco ético aproveitar-se de um peito made in China. Se realmente quer um peito de qualidade escolha sempre peitos com a marca da UE.

Estas regras são tanto para peitos naturais como artificiais. Se não souber ver a diferença, qual é o seu problema?

Portanto e concluindo, da próxima vez que se cruzar com uma mulher com os peitos grandes, redondos e arrebitados não pergunte se são naturais ou falsos. Em vez disso faça o comentário que eles merecem tipo “Muito obrigado!”

P.S.: Já agora nunca ouvi falar de cirugiões mulheres que façam operações plásticas?

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:27 da tarde,




30 maio 2005

Pinto da Costa adere ao novo cartão Benfica

Luís Filipe Vieira criou um cartão maravilha que vai revolucionar a economia portuguesa. Os especialistas afirmam que se todo o Portugal aderir, mas mesmo todo, desde o colete reflector de banco de automóvel à bandeira de Portugal de encosto de banco de jacto particular, irá ser comprado com desconto o que aumentará o poder de compra dos Portugueses e diminuirá o nível de endividamento.. A ideia já sofreu rasgados elogios de Vitor Constâncio que diz estar rendido à perspicácia e visão económica do Presidente Benfiquista. Sabe-se, inclusivé, que Sócrates pondera a substituição dos Ministros da Economia e Finanças.

Luís Filipe Vieira convidou Pinto da Costa para ser o rosto desta campanha. Disse o Presidente Portista entusiasmado com este cartão que poderá não só comprar soquetes mais baratos bem como conseguirá variadissímos descontos na compra de árbitros. A grande vantagem deste cartão, adianta, é poder encher o cartão com pontos gastos com árbitros em casas de alterne e trocá-los por descontos em viagens para o Brasil para os mesmos árbitros. Economia pura!

O objectivo será atingido quando todos os Portugueses forem sócios do Benfica. A seguir Espanha e quem sabe a Europa ou quem sabe o Mundo! É isso, todo o Mundo será Benfiquista e terá descontos no talho Central e na oficina do Sr. Manuel!

Ninguém pára o Benfica... Ninguém pára o Benfica... Ninguém pára o Benfica...ô ê ô!!

P.S. : Vai um choco frito? Faz menos mal. É que soube que ontem em vez de comer dobrada, o Benfica comeu dobrado. hihihihihihihihihi

posted by Dimitri Apalpamos @ 12:17 da tarde,




25 maio 2005

Dicas para o\a recente Transexual

Vê-se muitos artigos nas revistas femininas com dicas para a recente adolescente, a recente mulher, a recente casada, a recente divorciada, a recente viúva, etc... Eu sei que a teenager de hoje será a mulher de amanhã, mas então e o homem de hoje que se torna na mulher de amanhã? E vice versa? Será que estão preparados?

Visto que o tema não tem sido abordado convenientemente, eia algumas dicas que irão ajudar o\a recente transexual:

Dicas para o homem que se tornou mulher

- Durante os primeiros meses sentirá o que alguns médicos chamam de pénis fantasma. A única solução para este problema é aprender a ignorá-lo. De outra forma passará por momentos embaraçosos, principalmente quando estiver a jogar à bola e decidir coçar os tomates que já não tem!

- Tentar impressionar as suas novas amigas com um farto peido não terá o mesmo impacto do que tinha com os seus amigos. Sugere-se pequenas bufas.

- Tente não ficar ofendido quando os homens lhe disserem que não passa de uma menina. Lembre-se que afinal é.

- As mulheres que antes considerava boas comó milho, agora são umas vacas e umas rameiras.

- Não pode continuar a usar os urinóis. Nem mesmo virando-se de costas para o mesmo. Terá mesmo de baixar as calçinhas e usar a sanita.

- Não tenha o seu antigo pénis em formol num frasco, na sua sala como objecto de decoração.

- A homossexualidade agora é uma opção válida.

Dicas para a mulher que se tornou homem

- A homossexualidade deixou de ser opção, a não ser que goste de andar atado com arame farpado e ser chicoteado por um grupo de anões em fato de napa preto.

- Quando estiver com os seus novos amigos e passar uma gaja boa e algum deles assobiar ou atirar um piropo não os tente impressionar com comentários do género “ que saia tão gira!”

- Os homens que antes eram uns porcos agora são só parvos.

- Esqueça as revistas femininas. Elas deixaram de a poder ajudar. Opte por revistas de carros e telemóveis.

Dicas para ambos

- Imediatamente a seguir à cirugia é normal que se engane na altura de ir à casa de banho. Como dica lembre-se de olhar para o símbolo na porta e pergunte a si mesmo “Estou de saia ou de calças?”. Para as novas mulheres é um pouco mais complexo visto que elas também podem usar calças. Se passado 6 meses ainda entrar na casa de banho dos homens, experimente vestir uma saia por cima das calças como exercício de habituação.

- Quando estiver na altura de pagar compras, lembre-se de pagar sempre em dinheiro vivo. Por razão alguma deve pagar com cartão de crédito, pois é capaz de sentir um aperto do segurança e umas acusações de roubo.

Se por acaso quiserem contribuir com mais uma ou outra dica, este blog tem caixa de comentários. Sabiam?

P.S.: Já agora porque raio é que há blogs com posts do género : "Hoje não tenho nada para dizer" que recebem 32 comentários? A comunidade blogueira continua a impressionar-me....

posted by Dimitri Apalpamos @ 12:18 da tarde,




23 maio 2005

Colgate sorri ao Benfica

Ontem bateu-se um recorde. Nem no vídeo da última convenção mundial de dentistas, se via tantos desdentados na televisão. A Colgate vê assim um potencial mercado e está em negociações para ser o próximo patrocinador das camisolas berrantes do Sport Lisboa e Benfica. Como primeira acção de marketing, a Colgate oferecerá uma placa a todos aqueles que perderam os dentes ontem na Avenida dos Aliados.

posted by Dimitri Apalpamos @ 10:55 da manhã,




22 maio 2005

Boletim policial

Hoje de certeza que se anda à vontade nos bairros da Cova da Moura, Boavista, Damaia e Amadora....

Bem...isto custa, mas.... parabéns....

posted by Dimitri Apalpamos @ 10:54 da tarde,




20 maio 2005

Tortura Urbana

No outro dia tive que andar de elevador. Num daqueles modernos que falam espanhol e tudo.
Carreguei na seta para cima para ir para o terceiro andar. A distância era pouca e até podia ter ido a pé, mas isso é coisa para quem tem bons ossos.

Depois de dois minutos a olhar para uma porta, esta finalmente abriu. Estava cheio.
Mais uns minutos depois abriram-se novamente as portas, mas desta vez uma voz de casa banho do tipo “tá gente” informou-me que o elevador ia descer. Entretanto ia-se amontoando um número de pessoas considerável, capaz de fazer uma manif maior que a da Marinha Grande. Continuando.... Cada um que chegou carregou no mesmo botão com a seta para cima. Ouvi para aí umas dez vezes a frase “Eu também já carreguei e não fez nada”.

Finalmente o elevador parou e com apenas duas pessoas lá dentro. As regras de boa educação forçaram-me a sugerir que uma grávida acompanhada dos avós passasse à frente o que me fez esperar pela próxima volta. Sem exagero, desde que entrei no prédio já tinham passado uns bons cinco minutos!

Lá consegui entrar no elevador. O elevador deveria ter subido mas houve uma besta que carregou para a cave. Toca a descer. Entra uma senhora que carrega para o R\C ou seja passados quase dez minutos estava exactamente no mesmo sítio quando cheguei. A pé dava para ter chegado ao 10º andar e voltar!

Parei no primeiro, no segundo as portas abriram e fecharam três vezes por casa de um casaco de uma velha extra-cheirosa. Por falar nisso devia haver para além dos detectores de fumos nos elevadores, detectores de excesso de perfume: “Por favor señora terá que poner los butes para fora déste elevador. Estás insuportável, conho!” Suponho que muito marido chegue a casa e leve na tromba só por ter feito dois andares ao lado de uma velha destas... a verdade soa sempre a desculpa...

Lá chego ao meu andar depois de ter servido de “xófer” a umas dez pessoas. Algumas até se despediram e agradeceram...Simpáticas...

A cereja no topo foi ter de descer novamente porque entretanto era hora de almoço, mas isso são pormenores...

Passados vinte minutos cheguei a uma conclusão:
Acho mal que os elevadores funcionem à espanhola. Para mim era, quem chegou primeiro, sai primeiro porque isto de ficar refém num elevador espanhol é degradante. Já agora sugiro que mandem todos um mail à Amnistia Internacional para pedirem para proibirem elevadores com música de Vangelis. Aplique-se a Convenção de Genebra porque um bom psicólogo sai caro!

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:13 da tarde,




17 maio 2005

Piadinha da reacção


Diz um benfiquista a um sportinguista:

- É pá, precisamos de ganhar por um golo e não sofrer nenhum.

- Já falaste com o teu guarda-redes?

- Não, falei com o teu.

posted by Dimitri Apalpamos @ 2:43 da tarde,




10 000 visitas!!!

posted by Dimitri Apalpamos @ 10:00 da manhã,




12 maio 2005

No tempo em que as plantas falavam

Ninguém pára a Ciência!!! Então não é que os cientistas descobriram que as plantas podem pensar!

Há um tipo de planta, por exemplo, que é conhecida por sentir a aproximação de perigo e decide depois o contacto com ele. Há outra que planeia com dois anos de antecedência o seu crescimento, baseada na sua previsão do estado do tempo. Esta é de certeza mais fiável que o Antímio de Azevedo!
Mas há mais! Algumas plantas conseguem memorizar traumas antigos e a maioria consegue comunicar com outras plantas e insectos, usando sinais químicos.

Isto pôs a pensar... se as plantas se lembram de coisas passadas então vou pensar duas vezes antes de ir evacuar à mata! Aliás se calhar, não há mesmo coincidências e cada vez que piso um bocado de poia, é a relva que me a atira em jeito de vingança.

Isto vem dar uma nova dimensão ao fenómeno dos vegetarianos. Se eles não comem animais porque coitadinhos dos bichos pensam e sentem a dor então sabendo isto vão comer o quê? Pedras?
Que pensarão eles das vacas quando souberem que elas dão cabo, sei lá, de um futuro quadro de uma empresa pública?

E na Medicina? Isto vai dar um novo sentido ao estado vegetativo....

O mundo das crianças também mudará. Por exemplo, as histórias dos três porquinhos será substituída pela história das três geribérias e haverá o cacto Donald.

Eu fico muito contente com estas descobertas científicas e desta gosto especialmente, porque justifica as horas que passei a falar com uma planta de cannabis - “Cresce!” - dizia-lhe eu. Até lhe punha músicas do Bob e do Peter para ver se crescia mais depressa...

Estou por isso grato por ter sido descoberta a inteligência das plantas a tempo! É que com tantas histórias de ficção em que as máquinas dominarão o Homem, começo a acreditar que se calhar devo olhar com outros olhos para os canteiros lá de casa....

Estamos viver a era das plantas! Nunca pensei! Bem, posto isto, vou-me embora. Pelos vistos a única diferença entre ser eu ou um pinheiro, a estar aqui, é eu escrever um bocadinho mais rápido, por isso...

P.S.: Houve uns carolas que também descobriram que o Ecstasy, pasmem-se, evita o cancro. Eu estou para aqui a imaginar como é que descobriram isso mas isso fica para depois...entretanto estou receptivo aos vossos comentários!

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:50 da tarde,




10 maio 2005

Cartão do dia da Mãe denuncia Bin Laden

As autoridades que andam à cata do Osama Bin Laden, seguiram os passos da sua mãe até à loja de flores do Abdul M. Almequer no Afeganistão, loja esta que entregou na casa da senhora, por um Paquistanês, um bouquet baratucho e um cartão fajuto prometendo “A mãe de todos os dias da Mãe!”

“Querida mamã:

Nem dez mil virgens me conseguiriam impedir de te mostrar o meu amor!”.

O cartão foi interceptado pela GNR numa das suas famosas operações Stop e estava agarrado a um embrulho suspeito, que mais tarde se veio a confirmar ser uma inofensiva burka azul bebé com a bainha por fazer.

Um psicólogo conhecido, defende a tese de que o famoso terrorista, com estas prendas, pretende compensar os problemas que tem com a sua mãe, que queria que fosse engenheiro ou médico. O facto de se ter tornado o homem mais odiado do Mundo é pouco para ela. As mães querem sempre mais para os seus filhos e muitos deles cedem à pressão por não conseguirem atingir as espectativas criadas pelos seus progenitores.

Fontes mais ou menos próximas, afirmam que o petiz Bin Laden cresceu num lar confuso e muito liberal onde, para cúmulo dos cúmulos, até a sua mãe podia ver televisão na cozinha. Parece que o seu programa favorito era o 70x7. Um lar perturbador com toda a certeza...

Numa entrevista dada a uma televisão local, a Mãe disse que tentava de “tudo para que o o seu filho fosse para a rua jogar ao berlinde e ao pião ou jogar à bola, mas o raio do miúdo andava sempre ocupado com as brincadeiras dos quartos escuros com o seu amigo imaginário em guerras estúpidas só porque esse tal de amigo imaginário, era infiel. Coisas de miúdos... Nem namorada tinha... Foi uma infância triste e solitária.”

A intercepção deste cartão e das flores permitiu aos investigadores ficarem um bocadinho mais perto de apanharem... uma valente alergia por causa do polen das flores.

posted by Dimitri Apalpamos @ 2:32 da tarde,




09 maio 2005

O que é que é isso, ó meus?

Ouvi hoje na TSF que o jornal “A bola” decidiu que, durante uma semana, não publica declarações que apelem à violência ou violem os princípios éticos desportivos.

Vejo isto por dois prismas diferentes e se calhar complementares:

O Benfica baqueou! A contestação às prestações do Benfica e "seus árbitros" têm de parar durante pelo menos esta semana porque coitadinhos dos jogadores e dos árbitros não aguentam a pressão e depois até podem perder o campeonato. E a culpa depois é de quem?

Quer dizer que até agora “A bola”,o jornal vermelho, publicava o contrário e especialmente esta semana, e só esta semana, vai parar para reflectir. Já não basta os jornalistas emitirem opiniões por tudo e por nada, agora também são moralistas...PQP!!!

A título de exemplo, a penúltima vez que ouvi o Jorge Perestrelo, foi no Estoril-Benfica. Quando foi o "golo" de Simão, o jornalista, dizia estar estupefacto, pela primeira vez na sua carreira de comentador, nunca ter visto colegas seus, comentadores e jornalistas de outras rádios, estarem a festejar o golo como qualquer adepto... São estes os jornalistas desportivos que temos...

Bem, de qualquer modo, e como sou do contra, vou tomar as rédeas ao bicho e apelar à violência verbal colectiva e quanto aos príncípios éticos, eu quero mesmo é que os metam no cu! Não aceito lições de moral de ninguém!

Acham que esta é a semana ideal para se armarem em santinhos? Porra, é um Benfica-Sporting, o maior derby Português e decisivo na conquista do campeonato! Portanto, Sportinguistas e Benfiquistas, ocupem as mesas dos cafés e insultem-se com fartura!

Eu vou já começar:

Alguém sabe como resolver isto?!?

Tenho um problema com o corrector ortográfico do Word.Cada vez que escrevo "Benfica campeão", ele pergunta-me: "Tem a certeza que quer manter as duas palavras juntas?"

Clico no "Sim" e o computador continua:

"Um momento. A instalar o Word 1.0, versão 93/94."

Saudações Leoninas

posted by Dimitri Apalpamos @ 3:16 da tarde,




06 maio 2005

Não posso falar muito porque estou rouco!

Portanto fixem bem disto:

ESFORÇO,

DEDICAÇÃO,

DEVOÇÃO

E GLÓRIA


EIS O SPORTING!

posted by Dimitri Apalpamos @ 2:36 da tarde,




05 maio 2005

Quando me perguntam porque é que bebo cerveja ao Pequeno-Almoço.

Respondo: " Porque é mais saudável!!!"

posted by Dimitri Apalpamos @ 3:13 da tarde,




O Zarolho explica: Aprenda a ver sem ser visto

Há um tipo de situações na vida de um homem que requer o máximo de concentração e força de vontade. É claro que involve uma mulher.
O cenário: Você e a sua mulher num restaurante a jantar.
Uma outra mulher, linda de morrer senta-se na mesa ao lado na mesma altura em que a sua acompanhante está a desabafar sobre uma altura importante da vida dela, um assunto que desconhecia, tipo como foi que fez madeixas pela primeira vez ou uma coisa assim e ela escolheu especialmente aquele jantar para contar. Ela nunca tinha contado isso a ninguém e você tem a honra de ser o ombro de apoio depois de anos de sofrimento. Esta é a altura crucial, a altura em que ela precisa mesmo de você.

Nesse mesmo momento, na mesa ao lado a mulher que se tinha acabado de sentar despe o casaco devagar e sensualmente. Por baixo ela tem uma blusa justa curta e com um grande decote. Ela estica-se para trás para poder tirar os braços das mangas do casaco. Nessa altura, por mais concentrado que esteja na conversa do cabeleireiro (ou era na conversa ds compras? Já não sei), você controla tudo o que se passa na mesa ao lado. Aliás, mesmo que a acção se passasse na mesa por trás de si, você seria capaz de controlar tudo nem que fosse através do reflexo da colher ou do copo. É nestas alturas que a visão periférica tipo camaleão dá muito jeito...
È o momento mais crítico e é a altura em que os homens têm de decidir: ceder ou não? Se ceder, os olhos mexem-se pra o lado até forçar a cabeça a rodar ou até já ser demasiado óbvio e estar a olhar para a sua mulher, mas com a cabeça de lado.
Por outro lado, se consegue atingir um plano de concentração Jedi e manter a cabeça fixa, algo morre dentro de si no momento em que percebe que perdeu o timing certo. A oportunidade para galar as mamas de uma mulher perde-se para sempre. Poderão haver outras oportunidades mas aquela está perdida...

Solução 1

Só há uma solução quase segura. Se sentir os seus olhos presos no corpo de outra mulher na companhia da sua mais que tudo, só há uma maneira de vencer isso: Olhar para outra mulher! De preferência a uma distância considerável, porque senão a cabeça mexe-se muito e isso é demasiado denunciador. O truque é sentar-se de frente para a sua companheira mas no enfiamento da vítima. Assim pode ir alternando o jogo de focagem dos olhos sem se denunciar.
Se por acaso vão a andar lado a lado, quando ficar distraído, precisa de um alvo que se situe à sua frente. Prepare-se por que vai ser apanhado o que implica que seja bastante subtil. O ideal mesmo é ter dois alvos porque assim vai saltando os olhos de uma para a outra.

Solução 2

Ás vezes, por mais cuidado que se tenha, é impossível. Há alturas em que estamos destinados a ser apanhados e isso implica que nos expliquemos. Quando estiver nesta situação, não explique nada. Queixe-se antes da forma quase depravada de como algumas mulheres se vestem. Há coisa que o chocam e às quais não é indiferente.

Solução 3

Se não conseguir aplicar este argumento há sempre outro alternativo mas mais radical. Diga á sua mulher que ela é parte do problema. Elogie a forma de ela se vestir e acrescente que não quer que ela mude nunca. Mas sublinhe que esse é realmente o problema. Aí terá que dizer: “Imagina só que aquele gajo vai com uma mulher e mesmo assim vinha a olhar para ti. (Não interessa quem. Aquele ali...) Sabes que vestires-te assim desperta cobiça até nos mortos! São as consequências e tens de as aceitar. O homem é um gajo comum como eu, que vai ali descansadinho da vida, e é forçado a parecer um gajo rude só porque passaste. Tens que aceitar isso como uma coisa comum... ès linda e pronto.”Neste caso, o elogio é uma boa arma que as faz esqueçer do tema principal. “Eu não estou a olhar para outras, tu é que és linda!”.

Não questione o método. Parece não fazer sentido mas funciona!

posted by Dimitri Apalpamos @ 3:09 da tarde,




03 maio 2005

Xipes na tola

Tenho lido umas coisas sobre a possibilidade de haver chips computadorizados implantados nos cérebros humanos. Enquanto se fala dos benefícios médicos derivados destes implantes, o que realmente me satisfaz é a capacidade que estes cientistas têm de criar algo verdadeiramente útil – um chip que me ajude a lembrar de coisas como as chaves de casa ou o nome daquele colega da primária que usava botas ortopédicas e estava sempre a levar calduços. Quero por isso homenagear estes carolas, em primeiro lugar porque estou farto de ficar na rua à espera dos bombeiros e em segundo, porque constantemente me esqueço dos nomes de pessoas que têm o terrível hábito de se lembrar do meu.

O que vai acontecer é que as as pessoas com chips implantados nos seus cérebros, terão uma porta tipo USB2 e mais tarde, quem sabe, bluetooth ( quem foi o cientista que dar este nome “dentes azuis”?) , para os cientistas instalarem os programas. Parece-me problemático. Os programadores dos computadores terão ainda mais influência na nossa vida. Serão os Todo-Poderosos!

Provavelmente os novos saiborgues terão de fazer um reset todos os anos e trocar os seus chips por actualizações. Haverá vírus, ácaros e licenças de utilização para pagar e pode acontecer, caso expire a data de actulização, os pais acordarem sem se lembrarem dos nomes dos filhos só porque a sua memória se “perdeu” ou dependendo do chip, não conseguir fazer duas coisas ao mesmo tempo porque a cache do chip é demasiado pequena (os homens não sentirão diferença). No entanto, as pessoas com chips ultra desenvolvidos poderão aturar um gajo chato que encontram na rua e ver e-mails de gajas nuas ao mesmo tempo. As possibilidades são ilimitadas.

Todos aqueles que como eu se costumam esquecer das coisas podem expandir a sua memória. As crianças terão um programa que as ensinará a comer, a escolher a roupa e a atar os sapatos sozinhas. A ideia sugere que os chips evoluam de modo a podermos aceder à Net a partir da nossa cabeça. Assim as mulheres podem estar constantemente nas compras e os homens num clube de strip. Por outro lado os pais poderão saber sempre onde as filhas se encontram e aparecer nas alturas mais impróprias. O sonho de qualquer Pai!

Para todos aqueles que já se levantaram para ir comprar um destes chips, podem voltar a sentar-se porque ainda não estão à venda. Estima-se que cada um custará cerca de 25o mil euros mas também se estima que se forem feitos na China custarão apenas 15 euros cada.

Portanto, a tecnologia está aí e brevemente, as pessoas deixarão de pensar se querem um PC ou um Mac mas se querem ser ou um ou outro.

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:06 da tarde,