<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5923387\x26blogName\x3dO+Zarolho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://ozarolho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ozarolho.blogspot.com/\x26vt\x3d-6282572656080944474', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

O Zarolho

27 fevereiro 2006

Os donos dos cães deviam ter dono.

Chateiam-me conversas sobre cães e animaizinhos domésticos.
E se há coisa que me põe mesmo fulo são os donos desses animais que falam sobre personalidade dos bichos. Frases do género"Óóóó, tão querido...Eles percebem tudo! Este cão é mesmo inteligente!" ou pior ainda "Parece mesmo que está a chorar", deixam-me à beira de um ataque de nervos.

E não melhora em nada a minha opinião por saber que o cão até sabe se sentar, deitar e ir buscar a bola. Parabéns. Os filhos são uns malcriados, mas ao menos o cão sabe dar a pata!

Outra situação que me aflige é quando vou na rua e vem um animal com um cão pela trela. O bicho começa aos pulos, a cheirar-me os tomates e a rosnar. Eu congelei. Uso a táctica do não vou fazer movimentos bruscos. Já repararam que a besta do dono geralmente diz uma coisa assim: "Ele não o conhece e está só a cheirar! É só para o conhecer." ou "Não tenha medo, ele não morde". Olha, badamerda. O que é que isso interessa? Eu não quero conhecer cães, até queria vir por aqui porque é mais perto e não me está a apetecer ficar com as calças babadas. Mas não! O cão está só a brincar, que giro... o que é que isso tem de mal?

Pior só mesmo aqueles que acham que os animais têm um sensor que distingue as pessoas boas das más. Acham que o cão ladra para aquela pessoa, porque ela é má. Eu não a conheço, mas o cão ladrou, está decidido, vou evitar o contacto visual, mudar de passeio porque o cão é que sabe. Eu não sei, mas o cão que anda a cheirar merda, sabe.

Isso é outra questão - os gajos que beijam os cães e em público. Como se já não fosse suficientemente mau falarem como bebés para cães, também são lambidos. Será que eles não acabaram de ver o bicho a lamber o cu ao outro cão? "É tão querido, não é?"

É por essas e por por outras que acho que a lei que obriga os donos a apanharem a caca do chão é extremamente bem pensada. É exactamente aquilo que essas bestas merecem. Andarem a apanhar merda de cão da rua. Sorrio sempre com grande satisfação ao ver as pessoas no seu patamar intermédio na cadeia de evolução - Lesma, Macaco, Homem, Cão. Por isso é que ainda não fomos contactados por extraterrestres. Mas os cães foram. Têm quem lhes embrulhe as poias e tudo!
Por outro ponto de vista, os gatos é que foram. Os cães estão para os gatos, como um dono de um cão está para uma pedra. Porque segundo esses entendidos de psicologia animal, "os gatos têm vontade própria". Eles é que mandam. "Têm uma personalidade muito forte". São seres superiores, que vivem em constante meditação e que não ligam puto ao comum humano. Ainda assim os gatos são simpáticos por deixarem que os seus donos vivam na sua casa. E para além disso "são muito asseados"!

É pois, meio moderno, meio rural ter um bicho num apartamento. Não sei se é para se lembrarem da Quinta dos Avós, dos porcos, das vacas, das galinhas, ou por quererem ter uma quinta, o que sei é que as pessoas fazem das marquises as suas quintas e as folhas de jornal no chão para o bicho se aliviar, o campo, a mata, o terreno... Há ainda que juntar a gaiola com o periquito que evoca aquelas manhãs campestres de outrora em que se era acordado pelo chilrear dos pássaros. Que bonito que é viver num oitavo andar na aldeia!

É um espectáculo ter que partilhar o elevador com estas gentes do campo e os seus animais domésticos encostado a um canto muito sossegadinho. Eu, o cão que não morde, cheira, um saco com uma poia e um palhaço a descrever-me a última patifaria do bicho. O traquinas!
Ainda me obriga a fazer uma festinha ao bicho para ele me ficar a conhecer melhor porque o cão só quer ser meu amigo.
Conclusão - Mostro o meu sorriso mais amarelo, nem tiro as mãos dos bolsos e ficam ofendidos.
Caguei bem de alto! Querem vir apanhar com um saquinho?

posted by Dimitri Apalpamos @ 5:20 da tarde,




16 fevereiro 2006

Aleluia!

Faz-me confusão toda a história do orgulho guéi. O que levará os guéis a exibirem o seu orgulho. Gostam de levar na peida. Tudo bem. E precisam de andar para aí feito baratas tontas aos berros a dizer o quanto gostam?Eu não sei, mas parece que levar no cú deve ser uma espécie de revelação divina e que faz com que os guéis sintam a necessidade e a obrigação de partilhar com os restantes essa visão. Deve ser assim como uma experiência de clarividência, de visão da luz ao fundo do túnel...Nem os três pastorinhos, quando viram Nossa Sra. de Fátima quiseram partilhar os segredos. Guardaram-nos para si. Só recentemente, muito tempo depois e já no leito da morte é que a irmã Lúcia contou o que se passou. E, que me lembre, nunca ouvi falar do orgulho pastorinho...

Outra coisa que me faz confusão...
Os gajos não gostam de ser esteriotipados. Compreendo perfeitamente. Ninguém gosta. Mas no entanto vêem-se como pessoas com mais gosto para se vestirem, para decorarem casas, para cozinhar... Em suma acham-se com mais gosto que os outros todos. Até mais do que os profissionais. Em tudo o que fazem, fazem melhor. Mas porquê? Por apanharem nas nalgas? Tenham paciência...

P.S. Escusam de vir para aí com posts armados em tolerantes que eu estou-me nas tintas!

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:24 da tarde,




15 fevereiro 2006

Dia dos namorados

Algumas coisas que não são boas de ouvir no dia dos namorados:

Mesa para um?
Desculpe senhor, mas o Viagra acabou...
Mãe, Pai, este é o Carlão.
O quê? O dia dos namorados este ano é em Fevereiro?
Não és polícia, pois não?

Ontem foi dia dos namorados...pelo menos para as mulheres. Para os homens foi Terça-feira.

posted by Dimitri Apalpamos @ 5:22 da tarde,




O efeito laranja

Depois de “Os homens são de Marte e as mulheres são de Vénus”,
vem aí o best seller “Os homens têm o efeito laranja e as mulheres o efeito casca de laranja”.

Bayer quer patrocinar PSD no próximo congresso.
Pretende usar a imagem do Presidente do PSD para a campanha.
O slogan será “Cresça e apareça”.

Outro novo slogan para o comprimido laranja- "Levitra – Para ficar com tusra!"

posted by Dimitri Apalpamos @ 5:12 da tarde,




13 fevereiro 2006

Jogos Olímpicos de Inverno.

Para quem ainda não se apercebeu, está a acontecer um evento desportivo em Turim, na Itália. Bem,estão a realizar-se dois. Os Jogos Olímpicos de Inverno e a maratona a que propôs o Berlusconi de aguentar até ás eleições sem fazer o seu desporto favorito. Eu sei que para a maioria dos Portugueses isso não interessa nada, mas sei que para outros muito menos ainda. Por isso decidi abordar este tema. Ainda para mais um tema que nos é tão querido, agora que pertencemos a um grupo restrito de países que neva em todo o território. Já temos atleta e tudo!

Vocês sabiam que somos representados por um atleta na modalidade de Esqui de fundo? Não é o Eng. Sócrates porque esse se lesionou nos treinos. O nome Danny Silva diz-vos alguma coisa? Enganam-se os que pensaram que era o cantor. É um fundista que segue a tradição dos atletas olímpicos masculinos mais famosos em Portugal como Carlos Lopes e Rosa Mota.

Vou-vos então explicar um pouco o que são os Jogos Olímpicos de Inverno.

Os Jogos são um evento onde se juntam atletas de todo o Mundo excepto de países em África, América do Sul, América Central, Austrália e grande parte da Ásia. Não por não nevar nestes sítios, mas porque nem todas as pessoas se sentem à vontade a usar fatos de licra com lantejoulas. Existem culturas diferentes. Se repararem nesses países, filmes como o Segredo de Brokeback Mountain, não têm tanto sucesso...

Das modalidades todas há uma em particular que acho particularmente árdua – patinagem artística. É um desporto altamente competitivo, exigente fisicamente, onde os participantes que vestidos como reclames luminosos fazem manobras muito difíceis no gelo, carregados com maquilhagem suficiente para estucar um apartamento.

Há uma outra modalidade que acho engraçada – O bobsleigh, aquele desporto com um tobogan, capacetes e ninguém à frente. È engraçada porque há uma equipa jamaicana. Só por isso. Porque nós em Portugal fazemos isso de um modo mais radical, mas no escorregas do Algarve no Verão. Dispensamos o trenó e o capacete, basta-nos uma bóia, uns calçonitos e é o sai da frente senão atropelo-te. Há num dia mais acidentes no Big One do que em todos os dias dos Jogos Olímpicos.

O Curling é aquele desporto altamente emotivo... mas para donas de casa. Aquilo é limpar, limpar, limpar... Não percebo porque é que nós Portugueses, com toda a experiência adquirida na Suiça e Luxemburgo não arranjamos umas emigrantes super-atletas.

Existem outros desportos que são muito entusiasmantes como o Hóquei no gelo, onde vale andar à porrada a meio do jogo, indo de encontro ao verdadeiro espírito desportivo.
O combinado Nórdico é aquele desporto que tem raízes que se percebem. Um homem anda de esquis pela montanha e leva uma arma às costas para matar uns alvos. Pura sobrevivência no mato.
Depois há os saltos. É coisa que nunca percebi como nasceu, mas deve ter a ver com as elevadas taxas de suicídio dos nórdicos...

Acho que podia haver desportos que tivessem mais a ver com a realidade portuguesa, como por exemplo, corridas de sacos de plástico, concursos de bonecos de neve ordinários, jogos de sueca no gelo e arremesso de bolas de neve.
E com a neve toda que temos em Portugal Continental, Litoral e arredores e com a capacidade que temos para realizar eventos, porque não organizar os próximos Jogos Olímpicos de Inverno? Até já estou a imaginar a Rosa Mota a esticar-se toda para acender a tocha Olímpica...

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:36 da tarde,




10 fevereiro 2006

Será prudente desejar a morte a um bombista suicida?

posted by Dimitri Apalpamos @ 5:33 da tarde,




09 fevereiro 2006

Cartoons Dinamarqueses dão um empurrão na economia

Empresa Dinarmaquesa de produção de bandeiras sediada em Copenhaga apresentou nos últimos dias um recorde absurdo de lucro, num momento em toda a economia nacional sofreu um revés enorme, com as vendas a atingirem os 500% de aumento.

"Estávamos estancados em termos de evolução. Saíam umas bandeiras do Reino Unido, muitas dos Estados Unidos, mas recebemos um volume de encomendas realmente extraordinário de bandeiras Dinamarquesas. É uma moda! Estamos a pensar, a continuar esta loucura a aumentar as instalações e o número de empregados."- disse o Presidente Peter Aarhus.
As ordens de encomenda vêm com pedidos estranhos. Pedem-nos para embeber as bandeiras em petróleo mas para clientes especiais como estes merecem estas excentricidades!"

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:44 da tarde,




08 fevereiro 2006

Notícia Zarolha
Governo Português joga no Euromilhões para tentar equilibrar as contas do Estado e sai-lhe um número e uma estrela!

posted by Dimitri Apalpamos @ 4:58 da tarde,




07 fevereiro 2006

Muçulmanos considerados o povo com mais sentido de humor.

Alguns muçulmanos não acharam piada nenhuma aos cartoons dos jornais franceses e dinamarqueses. "O cartoon não reflecte o espírito pacifista do Islão" - Mohamed envergava um cartaz numa manifestação que dizia "Nós somos um povo pacífico. Morte a todos os que insultam a nossa religião". Mas um não são todos!

Dinamarqueses e franceses pedem desculpa e dizem que "não era intenção deles insultar o profeta, mas porra, de qualquer modo podiam ter um bocadinho mais de sentido de humor!"

Mas muito pouca gente sabe mas o povo do Islão tem muito sentido de humor. No outro dia ouvi uma anedota numa mesquita que rezava assim (perceberam? mesquita? rezavam?):

O que é que se diz a uma mulher muçulmana com dois olhos negros?
Nada. Já se lhe disse duas vezes!

E riam que nem uns perdidos...

P.S. - Para provar isso vão lançar um concurso internacional de cartoons que falem do holocausto. tou pa ver...

Só espero que isto não dê em guerra a sério, porque fiquei na reserva territorial ainda por bons anos e não me apetecia nada ter que me armar em Rambo... Além de mais, as fitas vermelhas na cabeça não me ficam bem...

posted by Dimitri Apalpamos @ 10:17 da manhã,




03 fevereiro 2006

posted by Dimitri Apalpamos @ 5:03 da tarde,




01 fevereiro 2006

Universidades Portuguesas na Palestina

Na Palestina as eleições foram ganhas pelo Hamas. Apesar de toda a polémica, de muita achar que os terroristas chegaram ao poder, que é um retrocesso no processo de paz entre o estado da Palestina e Israel, eu sei de fonte segura que afinal de contas o novo Governo Palestiniano prtende implementar políticas de Educação e de trabalho que combaterão o desemprego. Todos sabemos as vantagens de ter povos educados. Também nós queríamos um melhor sistema educativo, mas adiante.
Pretendem-se criar novas escolas para reabilitar antigas tradições tais como a IST (Instituto do Suícidio Terrorista) e a UA (Universidade Acerta), onde os alunos melhorarão as suas capacidades de Arrebentamento bem como a sua pontaria. Para outros criar-se-ão milhares de postos de trabalho em novas pedreiras e posteriormente na indústria de tranformação das pedras em belos exemplares de seixos calibrados e com trajectórias mais definidas.
A cultura é a melhor arma de arremesso!

Gripe das Aves destrói Culturistas

A gripe das Aves já chegou à Europa e quer queiramos quer não, o medo está instalado! Os frangos já não são papados! Ninguém quer tocar nos Perús.
A comunidade desportista e em especial os Culturistas que dependiam essencialmente das carnes brancas estão em pânico. Já não sabem o que comer.
Há alguns até que começaram a sofrer efeitos estranhos após terem comido um bitoque mal passado. Houve um que sentiu a voz mais grossa. Houve outro que diz estar mais insensível. A outro nasceram-lhe pêlos no peito. Mas a maior parte simplesmente mudou de estilo. Voltou a usar sapatos de vela, calças caqui e polos Sacoor. “Nem oito, nem oitenta” – disse o porta-voz da Opus Gay – “Comam peixe de viveiro. Também têm hormonas g...femininas. Não se podem desleixar com a aparência!”

posted by Dimitri Apalpamos @ 3:36 da tarde,