<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d5923387\x26blogName\x3dO+Zarolho\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttps://ozarolho.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://ozarolho.blogspot.com/\x26vt\x3d-5507826134421506364', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

O Zarolho

18 outubro 2005

Fod****, dei cabo de mais um!

Não gosto de transportes públicos. Pior, só transportes públicos cheios de pessoas e de manhã. É um cheiro que não se pode! Tenho a certeza que cada passageiro se borrifa com metade de um frasco de perfume. É compreensível. Ninguém quer perder o seu cheiro antes de chegar ao trabalho. Ou pior, chegar com o cheiro de outro.
Eu não uso. Sou um espertalhão e tenho um truque. É simples. Escolho o lugar para me sentar de acordo com o tipo de cheiro que gosto mais e do jornal com melhores títulos. Tipo self-service.
Contudo há dias impossíveis. Por exemplo quando me calha ficar entre um Old Spice, o mofo de um casaco de uma velha e um gajo com o jornal do Lidl.
É nestes dias que me questiono se devo ou não peidar-me violentamente só para ganhar um bocadinho de espaço para respirar.

Apetece-me responder a mim mesmo que sim, mas com uma condição - desde que o faça a olhar para os meus companheiros de viagem com um sorriso na cara para saberem que fui eu.

posted by Dimitri Apalpamos @ 11:04 da tarde,




<< Home